SSP afirma que reduziu em 12,6% índices de mortes violentas em 2018

SSP afirma que reduziu em 12,6% índices de mortes violentas em 2018
Após a divulgação do Atlas da Violência, que posicionou a Bahia como o estado que mais mata jovens, que mais se morre por arma de fogo, além de segundo estado em número de mulheres assassinadas e com aumento de quase 100% na taxa de homicídios em 10 anos, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) divulgou dados de que o índice de mortes violentas reduziu no estado. De acordo com a pasta, o índice dos primeiros cinco meses desse ano recuou 12,6% em relação ao mesmo período em 2017. “Com os investimentos feitos na contratação de novos policiais, entregas de novas estruturas, uma delas o Centro de Operações e Inteligência, no ano de 2017, comparando com 2016, a Bahia alcançou a redução de 5,2% nas mortes violentas. De 2015 para 2016, em Salvador, os crimes contra a vida caíram 3,1% e, no estado, houve um aumento de 12,4%”, diz nota da SSP-BA. O secretário Maurício Barbosa afirmou que os dados divulgados pelo Atlas da Violência não levam em consideração aspectos que tornariam a metodologia “mais fiel à realidade”. O secretário afirmou que a pesquisa coloca o assassinato praticado por um criminoso e legítima defesa de policiais no mesmo patamar. Com relação às mortes de jovens, Barbosa afirmou que defende maior participação dos municípios na proposição de ações sociais. “Sem as criações de oportunidades de emprego como estas, o tráfico acaba cooptando os adolescentes. Os jovens que mais morrem são também os que mais matam”, diz a nota.

Terça, 05 de Junho de 2018 – 18:20
Lula nega negociatas para candidatura da Rio 2016 e chama juiz para seu comício
Lula nega negociatas para candidatura da Rio 2016 e chama juiz para seu comício