Bahia x Feira: Rui compara administrações e provoca José Ronaldo


“Eu gosto do debate porque possibilita saber as pessoas que trabalham e as que não”, disse o petista
Matheus Morais
FacebookTwitt

Impedido de participar de inaugurações por causa da lei eleitoral, o governador do estado e pré-candidato à reeleição, Rui Costa (PT), comparou sua administração à frente do Executivo Estadual com a gestão do seu principal adversário no pleito, José Ronaldo (DEM), na cidade de Feira de Santana.

O petista afirmou que o Samu Regional de Feira [cidade administrada por Colbert Martins] não funciona, apesar de o Ministério da Saúde enviar ambulâncias para todos os municípios baianos. “[Mas em Feira de Santana] nunca se dispôs a operar essa tarefa. Os fatos superam qualquer retórica que alguém possa apresentar ao longo do ano”, ressaltou em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta terça-feira (10).

A Educação na “Princesinha do Sertão” também foi alvo de comentários do governador.

“Eu gosto do debate porque possibilita saber as pessoas que trabalham e as que não. Quem gosta de falar é que não. Os números falam mais alto do que as palavras. Em Feira de Santana, como em Salvador, o governo do Estado tem mais alunos matriculados no fundamental do que no município. Em 80% da Bahia os municípios assumiram, mas em Feira temos 23 mil alunos matriculados no ensino fundamental que representa 64% de todos. Em Salvador, 80 mil matriculados na rede estadual fundamental. Esses dados você pode acessar no site do MEC. Prova quem é que cuida da educação e saúde nos municípios”, completou.