Zé Ronaldo defende publicamente Bruno Reis na majoritária Regina Bochicchio

O pré-candidato ao governo do estado, José Ronaldo (DEM), defendeu de forma enfática e publicamente nesta terça-feira, 10, pela primeira vez, o nome do vice-prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), para ocupar uma vaga na sua chapa. A declaração aconteceu em evento de pré-campanha em Salvador durante a noite, no bairro de Mussurunga, do qual participavam o prefeito ACM Neto (DEM) e Reis, cujo nome ganhou força após a negativa do PSC em ocupar a vice na chapa e anunciar que está conversando com outras legendas.

No áudio o qual a reportagem teve acesso, Zé Ronaldo faz elogios rasgados ao vice-prefeito e diz que “deseja, busca e quer este rapaz” ao seu lado nas eleições do dia 07 de outubro. Ao fundo se ouve aplausos e gritos de apoio. O pré-candidato também enfatiza que “quando a pessoa se transforma [evolui de forma positiva] não tem o direito, não mais, de pertencer só ao lado do prefeito ACM Neto, não”.

Zé Ronaldo também fez questão de dizer que Reis “representa o valor de ACM Neto”, em uma tentativa de capitalizar a musculatura eleitoral de Neto na capital baiana, onde Neto venceu com 74% dos votos válidos em 2016, ao lado de Bruno Reis.

“Tem gente que evolui tanto que não tem mais o direito de ser dono de si (repete). Tem gente que com a capacidade política-administrativa que tem, não pode mais se furtar a muitas outras decisões que, com certeza, surgirão na sua vida. (…) Tem gente que tem sonho, e esse sonho legítimo, mas quando a pessoa se transforma dessa maneira não tem o direito, não mais, de pertencer só ao lado do prefeito ACM Neto, não. Ele tem a obrigação também de se dedicar e trabalhar junto em outras missões que poderão surgir”, elogia Zé Ronaldo, em clara referência a Bruno Reis. Para, logo após, defender, quase anunciar, o vice-prefeito em sua chapa:

“Eu digo isso porque já disse a ele em algumas oportunidades. E já disse em ambientes fechados na ausência dele. Mas digo aqui de público agora (repete): eu desejo, eu busco e quero que este rapaz esteja ao meu lado na eleição do dia 07 de outubro” (aplausos). Pelo seu valor. E quero deixar bem claro que o valor de ACM Neto é o valor dele, que eu respeito, admiro e que cada dia que passa eu tenho mais amizade”, completa o pré-candidato.

A Tarde tentou contato com Bruno Reis e Zé Ronaldo ainda na noite de ontem, mas não obteve retorno.

Vice ou Senado

Com a jogada de Bruno Reis na chapa, somente uma das vagas fica em aberto. De acordo com uma fonte do DEM, que pediu anonimato, a tendência é a de que Reis saia mesmo como vice na chapa de Zé Ronaldo, abrindo caminho para Irmão Lázaro (PSC), que pleiteia o Senado. Mas há, ainda, conversas com o PRB, de Bispo Marinho e Tia Eron.

O que se diz é que o entrave para fechar com o Lázaro estaria sendo do próprio deputado federal Jutahy Magalhães (PSDB), já certo para disputar a senatória na chapa. Ele teria receio de que Lázaro agregasse mais votos que ele pelo fato de trabalhar com voto de evangélicos e fãs de seu trabalho como cantor gospel.

O PSC não só iniciou conversas com o MDB, cujo pré-candidato é João Santana, como também estuda lançar candidatura avulsa, apoiado por legendas que ainda não tomaram posição política definitiva para as eleições deste ano. O MDB tem tempo de TV e Lázaro votos. Ao que tudo indica, o PSC não se importa com qual candidato ao governo apoiará, contanto que dispute o Senado.

Share