APLB diz ter ‘muitos ganhos’ com governo estadual e nega ‘greve partidária’


Elza Melo alegou ainda que, no âmbito estadual, a APLB teve 14% de aumento para os professores este ano
[APLB diz ter ‘muitos ganhos’ com governo estadual e nega ‘greve partidária’ ]
Foto : Divulgação
Por Alexandre Galvão no dia 11 de Julho de 2018 ⋅ 17:31

A diretora do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia, Elza Melo, afirmou ao Metro1 que a greve na educação municipal, deflagrada hoje em Salvador, não é partidária. “É política, mas não é partidária. Quem não entende dessa questão, dos meandros, fica falando essas coisas. É preciso compreender a ação dos trabalhadores. A greve é a última cartada que temos”, disse.

A sindicalista alegou ainda que, no âmbito estadual, a APLB teve 14% de aumento para os professores este ano. “Tivemos muitos ganhos. O plano de carreiras está sendo respeitado e o governo do Estado está a contento da categoria”, disse.

A única queixa, segundo ela, é de que os reajustes anuais não são repassados para os docentes aposentados.

Share