Magno Malta já chamou Bolsonaro de desequilibrado


Foto: Divulgação
Magno Malta

Mais cotado a vice do deputado Jair Bolsonaro (PSL) ao Planalto, o senador Magno Malta (PR) já disse que não iria “conviver com o desequilíbrio” de Bolsonaro. O episódio se deu em 6 de maio de 1999, durante a CPI do Narcotráfico na Câmara. À época, Malta ameaçou retirá-lo da audiência e ainda deliberou para que os membros da CPI votassem representação de quebra de decoro pelo comportamento do deputado. Malta disse também que estava “envergonhado” pelo colega.

Estadão

DIVULGUE A NOTÍCIA
Comentários

Share