Irmão Lázaro diz que por ele, fecha com o MDB. Espera o partido, o PSC


“O meu prazo (de espera) já se esgotou. Por mim, vou com o MDB, mas dependo do partido”
Levi Vasconcelos
FacebookTwitter
Frase da vez

“A suspeita e o ciúme são como venenos empregados na medicina: se pouco, salva; se muito, mata”

Antonio Perez, estadista espanhol, secretário do Rei Felipe II, de gestão muito conturbada (1540-1611)

Foto: Reprodução/YouTube
Foto: Reprodução/YouTube

O deputado federal Irmão Lázaro disse ontem que agora só aguarda o partido dele, o PSC, decidir se topa se aliar com o MDB e fazer dobradinha com João Santana, candidato ao governo.

— O meu prazo (de espera) já se esgotou. Por mim, vou com o MDB, mas dependo do partido.

Lázaro concorda, todavia, que a situação tem que ser bem avaliada, inclusive se discutir se tal aliança não criaria problemas para os candidatos a deputado.

— Se criar, não haverá acordo e entendo. Até eu próprio me sentiria desconfortável se acontecesse uma aliança desta forma.

Embora a grande maioria dos aliados de Zé Ronaldo (DEM) defendam a candidatura de Lázaro, o PSDB do deputado Jutahy Júnior praticamente o descartou como candidato ao Senado na segunda vaga.

O leque de insatisfações é grande com a posição é grande. Deputados da oposição dizem que Jutahy está pensando nos interesses dele.

Seja com for, Lázaro diz que é candidato. Até mesmo só.