Fake News: governo volta a negar privatização do Planserv

O secretário André Curvello afirmou que o “processo de produção” das Fake News, as “notícias falsas”, é “sistemático e cada vez mais aperfeiçoado”

Luís Filipe Veloso
Foto: Divulgação/ GOVBA
Foto: Divulgação/ GOVBA

 

A Secretaria de Comunicação do Estado da Bahia (Secom) voltou a negar nesta quinta-feira (30) a informação que circula nas redes sociais sobre a possível privatização do Planserv, a assistência médica dos servidores públicos estaduais.

Em comunicado enviado à imprensa, o secretário André Curvello afirmou que o “processo de produção” das Fake News, as “notícias falsas”, é “sistemático e cada vez mais aperfeiçoado”.

“É mentira, o Planserv está cada vez mais forte, mais moderno e eficiente. Já são 512 mil vidas, é o maior plano do Norte e Nordeste. E vai ficar cada vez melhor e mais forte”, complementou ao destacar que já acionou a Secretaria de Segurança Pública para acompanhar a distribuição da notícia falsa em período eleitoral.

Share