Meta do Ideb no ensino médio não é alcançada por nenhum estado brasileiro

Foto: Elói Corrêa / GOVBA

Nenhum estado brasileiro alcançou a meta estabelecida para a edição de 2017 do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) no ensino médio. A Bahia e outros quatro e estados (Rio de Janeiro, Amazonas, Roraima e Amapá) apresentaram redução no desempenho desta modalidade.

 

Em 2013 a diferença entre o desempenho esperado no Ideb e o resultado obtido foi de 0,2 ponto, neste ano a diferença foi quatro vezes maior, atingindo 0,9, conforme o portal O Globo. O Ideb proposto para 2017 foi de 4,7 e o resultado alcançado pelo Brasil foi 3,8. O índice é ligeiramente maior que a nota de 3,7 da edição anterior da avaliação, em 2015.

 

O Ideb é uma ferramenta criada pelo governo federal para avaliar a qualidade da educação no país. Os resultados são apresentados em uma escala de 0 a 10. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou, responsável pela avaliação divulgou nesta segunda-feira (3) os resultados.

 

O índice é calculado a cada dois anos para os anos iniciais e finais do ensino fundamental e o ensino médio. Para compor o Ideb, O MEC leva em consideração as notas dos estudantes na prova do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) e os índices de fluxo, compilados pelo C

Share