Magalu

17.44

 
+1.51
Bitcoin

45,156.69

 
-0.07
Ibov

116,403.70

 
+1.85
Petrobras PN

26.23

 
+3.51
Vale ON

94.76

 
-0.05
Itaú PN

29.17

 
+1.25
Magalu

17.44

 
+1.51
Bitcoin

45,156.69

 
-0.07
Ibov

116,403.70

 
+1.85
Petrobras PN

26.23

 
+3.51
Vale ON

94.76

 
-0.05
Itaú PN

29.17

 
+1.25
Magalu

17.44

 
+1.51
Bitcoin

45,156.69

 
-0.07
Ibov

116,403.70

 
+1.85
Petrobras PN

26.23

 
+3.51
Vale ON

94.76

 
-0.05
Itaú PN

29.17

 
+1.25
promo
Brasil

Jaques Wagner: o Lula de 2022 será um conciliador e buscará diálogo

“Se Lula for escolher quem não se aliou ao impeachment da Dilma, vai sobrar pouca gente para a gente se aliar”, disse o senador do PT à Bloomberg Línea

 
Tempo de leitura: 7 minutos

Desde que foi reabilitado eleitoralmente com a anulação das condenações na Lava Jato este ano, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva firmou-se como favorito nas pesquisas eleitorais para desalojar Jair Bolsonaro do Palácio do Planalto. Uma interrogação que permeia as discussões sobre a eleição de 2022 é sobre o figurino de Lula em uma nova disputa presidencial: o orador inflamado da esquerda ou o Lula do primeiro mandato, comprometido com responsabilidade fiscal.

Um dos nomes mais influentes do PT, o ex-governador da Bahia por duas vezes e senador Jaques Wagner afirma que Lula será um candidato que pregará a conciliação e o diálogo com setores mais amplos do que a tradicional base de esquerda do Partido dos Trabalhadores. Segundo ele, essa postura atende tanto à vocação pessoal do ex-presidente quanto a um imperativo das circunstâncias.

“O problema hoje, com a postura do governo federal e do atual presidente, é inevitável entender que você terá alianças para além do seu campo, vamos dizer assim. Porque tem a questão da democracia em jogo e um parlamento que se move segundo interesses que não são os interesses maiores da nação”, afirmou Wagner em entrevista à Bloomberg Línea, por videoconferência, em seu gabinete em Brasília.

Wagner é cético quanto ao surgimento de um candidato competitivo de terceira via para quebrar a polarização: “Ele não baixa muito de 18% e 20%, porque essa é a parcela da população que se identifica com esse jeito estranho e anacrônico de ele ser”.

O petista preside a Comissão de Meio Ambiente do Senado e diz que o atual governo diminuiu a estatura do país nos fóruns internacionais para discutir temas como o aquecimento global e sustentabilidade. “Em qualquer mesa em que estivessem dez países negociando, o Brasil estava entre eles. Hoje a gente sequer é convidado. Hoje a gente é esquecido ou citado como mau exemplo.”

Aqui os principais trechos da entrevista:

As pesquisas mais recentes mostram cenários em que o ex-presidente Lula aparece bem à frente de Bolsonaro para o ano que vem. Qual o significado delas a mais de um ano da eleição?

Com pesquisa boa todo mundo fica alegre, mas eu mantenho a minha posição de sempre. Pesquisa quantitativa tão distante do evento, que só vai acontecer em outubro de 2022 não serve para orientar. Campanha é sandália da humildade e muita conversa. A pesquisa é boa [para o PT], mas não é definitiva. O presidente atual vem perdendo seguidores, e muitos. Mas creio que ele não baixa muito de 18% e 20%, porque essa é a parcela da população que se identifica com esse jeito estranho e anacrônico de ele ser. Tem um pedaço da sociedade, que deve achar que isso é correto, talvez até se iluda por questões religiosas e outras coisas não deveriam interferir na política.

A condição do presidente Lula é muito boa porque ele, depois de quatro julgamentos no STF inocentando-o, voltou com toda força e toda energia. Como o país está muito desarrumado, as pessoas olham para quem colocou o país arrumado, aí olham para ele e olham para o PT. Além do Lula está muito bem, o PT também aparece muito bem, como o partido mais admirado.

Valença - BA
Atualizado às 19h48 - Fonte: Climatempo
26°
Poucas nuvens

Mín. 21° Máx. 33°

28° Sensação
16 km/h Vento
83% Umidade do ar
80% (20mm) Chance de chuva
Amanhã (23/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 28°

Sol com muitas nuvens e chuva
Sexta (24/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 28°

Sol com muitas nuvens e chuva