TA VENDO TA GOSTANDO
FABRICA BYD
agricultura familiar
Fevereiro laranja
‘Brasil nunca será e

‘Brasil nunca será efetivo da Opep’, diz Lula ao negar contradição

‘Brasil nunca será efetivo da Opep’, diz Lula ao negar contradição

03/12/2023 18h36
Por: Rodrigo Mario
Fonte: bahia ba
72
 

‘Brasil nunca será efetivo da Opep’, diz Lula ao negar contradição

Presidente confirmou que Brasil passará a integrar lista de “aliados” da Opep+, para tentar influenciar grupo a buscar investimentos em renováveis

Redação
Foto: Ricardo Stuckert/PR

 

De acordo com uma reportagem do Metrópoles, o presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) garantiu, neste domingo (3), que não há contradição entre as políticas de transição energética defendidas pelo governo federal e a adesão do Brasil à Organização dos Países Exportadores de Petróleo e Aliados (Opep+) como “aliado”, anunciada por ele nesse sábado (2).

O presidente está em Dubai, nos Emirados Árabes, para participar da Conferência das Nações Unidas para Mudança do Clima (COP28), e tem defendido mudanças efetivas para a redução do uso de combustíveis fósseis, maior vilão da emissão de gases do efeito estufa a nível global. O Metrópoles aponta que durante a conferência, o petista confirmou que o Brasil vai aceitar o convite da Opep para integrar o grupo como “observador”, mas não será responsável por tomar decisões em nome da aliança de países exportadores de petróleo.

O chefe do Executivo brasileiro tem defendido que a participação no grupo será como “observador”, e que a intenção é influenciar no bloco na tentativa de convencer os países exportadores de que eles precisam investir nos países em desenvolvimento para que as nações mais pobres tenham condições de investir em alternativas de energia renováveis.

“A verdade é que nós precisamos diminuir o combustível fóssil. Mas precisamos criar alternativas. Antes de você acabar, por sectarismo, você precisa oferecer pra humanidade a opção”, argumentou o petista.

 
 
 
 
 
 
 
00:00/00:51
 
 
 
 
 

A Opep surgiu em 1960 e reúne, atualmente, 13 países. Entre eles, Arábia Saudita, Irã, Venezuela, Equador, Líbia, Nigéria, Catar e Emirados Árabes Unidos. Não fazem parte da entidade, contudo, grandes produtores, como Estados Unidos, Canadá, Brasil e China.

A sigla “Opep+” foi criada a partir da inclusão no grupo de “países aliados”. Eles não fazem parte formal da organização, mas participam de debates e atuam em políticas ligadas ao comércio de petróleo. Entre os aliados da Opep+ estão Azerbaijão, Bahrein, Malásia, México e Rússia, por exemplo.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
São Paulo, SP
Atualizado às 10h16
25°
Parcialmente nublado Máxima: 27° - Mínima: 21°
26°

Sensação

2.57 km/h

Vento

85%

Umidade

Radio Clube Am
cairu
MixDelivery
Radio Clube Am
Municípios
Radio Clube Am
Salão
Últimas notícias
Conect
Mais lidas
MixDelivery
MixDelivery